Novidades sobre os Incêndios Florestais em Portugal

Veja quais são as principais atualizações sobre um problema sério que Portugal vêm enfrentando com incêndios florestais constantes.

Em meio a uma onda de calor que está assolando boa parte da Europa, Portugal vem sofrendo com diversos incêndios florestais que estão causando uma série de danos ambientais, econômicos e vitais para os cidadãos de diversas cidades dentro e na fronteira de Portugal.

As autoridades portuguesas estão aplicando uma série de medidas não só para conter os incêndios, mas também para preveni-los de alguma forma, em processos complexos e custosos para o estado, já que esta onda de calor não apresenta nenhum sinal de que irá diminuir tão cedo.

Vamos entender melhor esta situação aqui no MAISACTUAL e observar quais são as novidades sobre estes incêndios tão preocupantes.

Incêndios Florestais assolando Portugal

Incêndios Florestais assolando Portugal

Várias partes de Portugal e da Espanha estão sendo assoladas pelos incêndios florestais causados pela grande época de seca que esta região da Europa vem passando. Em alguns lugares as temperaturas chegam a mais de 40 graus em pequenos incêndios espalhados que criam um clima quente e de destruição por toda a mata seca por conta do clima que tem se sustentando por alguns meses.

As forças dos bombeiros foram convocadas em sua totalidade para as regiões afetadas e colocaram todo o seu esforço no combate aos incêndios. Porém, os esforços não estão sendo o suficiente para acabar com todos os focos de incêndio que se alastram rapidamente graças às faíscas que são levadas pelo vento e podem iniciar novos focos de chamas dentro da mata seca.

A região do Algarve teve uma série de estradas e até mesmo hotéis fechados pelos bombeiros para evitar que pessoas se machucassem com o avanço das chamas. Em algumas regiões de Lisboa também foram registrados dezenas de focos de incêndio, e os relatos dos bombeiros indicam que as temperaturas estavam passando os 45 graus nesta região.

E, tantos incêndios afetaram diretamente o fluxo de turistas que diminuiu à medida que muitos dos turistas que já estavam nestas regiões tiveram de sair às pressas como uma precaução acionada pelas autoridades competentes para que não houvessem vítimas graças às chamas ou a fumaça que elas produzem que pode ser tóxica.

As preocupações das autoridades aumentam à medida que as chamas chegam mais próximas das áreas urbanas de Portugal, colocando milhares de portugueses dentro da área de risco e colocando alguns eventos em estado de espera, como o show do Coldplay em Coimbra.

Isso deixou todo o país em alerta vermelho, tendo em vista as grandes temperaturas alcançadas até agora que estão bem próximas do máximo já alcançado em 2003, quando as autoridades combateram incêndios que elevaram a temperatura até 47,5°.

Partes da Espanha e também da França estão sendo afetadas por focos de incêndio e criaram uma força-tarefa para contê-las o mais rápido possível enquanto todos esperam pelo fim desta onda de calor que acontece todos os anos nesta região da Europa.

Tanto as autoridades competentes quanto os moradores das regiões afetadas estão apreensivos pelo fim deste clima quente que já dura mais de um mês e aguardam até uma merecida diminuição nas temperaturas para que os ânimos possam se exaltar novamente.

Recent posts

Menu

Pages